Sistema de créditos
Sistema de créditos

O sistema de revalidação será baseado em créditos, no total de 100, a serem acumulados em até cinco anos. Os créditos não serão cumulativos após o período de cinco anos. Caso não sejam acumulados 100 créditos nesse período, haverá a opção de prova para certificação de atualização profissional do título de especialista, de acordo com normas específicas a serem estabelecidas pela CNA em conjunto com a Sociedade de Especialidade.
Todas as atividades deverão ser encaminhadas à CNA para avaliação, que homologará o programa ou recomendará modificações antes de sua instalação. Até 100% do total de créditos poderão ser obtidos com congressos nacionais, jornadas regionais e estaduais ou programas de educação à distância.
O total de créditos relacionados a publicações científicas, títulos acadêmicos, participação na condição de conferencista, membro de bancas e concursos, preceptor de Residência não podem ultrapassar a 50%. Até metade do total de créditos poderá ser obtida com a prova da Sociedade de Especialidade. Já pontuação máxima anual, para efeito de certificação de atualização profissional, estará limitada a 40% do total necessário.
A adesão das Sociedades de Especialidade ao processo de certificação de atualização profissional é obrigatória. Deverão proporcionar aos médicos um mínimo de 40 créditos por ano, sendo 50% deles em cada região ou estado. Um adicional mínimo de 10 créditos por ano deverá corresponder a atividades realizadas a distância. O especialista deverá encaminhar à CNA, para crédito dos pontos, cópias dos comprovantes de suas respectivas participações e atividades.
As seguintes atividades serão consideradas para pontuação:
 

Frequência em congressos, jornadas e simpósios na especialidade

  • Congressos nacionais oficiais da especialidade: 20 pontos por evento/ano;

  • Congressos da especialidade no exterior, previamente homologados pela CNA: 5 pontos por evento/ano;

  • Congressos ou jornadas regionais ou estaduais da Sociedade de Especialidade: 15 pontos por evento/ano, por região ou Estado;

  • Congressos relacionados à especialidade, com apoio da sociedade nacional da especialidade: 10 pontos por evento;

  • Outras jornadas, cursos e simpósios homologados pela CNA somarão 0,5 ponto por hora de atividade, com o mínimo de 1 ponto e máximo de 10 pontos por evento.

  •  

Programa de educação à distância

  • A pontuação será concedida apenas aos cursos que tenham avaliação de desempenho. Cada curso será pontuado de acordo com suas características e a avaliação será feita pela CNA. A pontuação será baseada no critério hora/aula, sendo que uma hora de atividade equivale a 0,5 ponto.
     

Publicação científica

  • Artigos publicados em revistas médicas: 5 pontos por artigo;

  • Capítulos publicados em livro nacional ou internacional: 5 pontos por capítulo;

  • Edição completa de livro nacional ou internacional: 10 pontos por livro.

  •  

Participação como conferencista (mesa-redonda, colóquios, simpósios, cursos, aulas, etc.) e apresentação de temas livres em congressos

  • Eventos nacionais apoiados pela sociedade de especialidade; eventos internacionais: 5 pontos por participação;

  • Eventos regionais ou estaduais: 2 pontos por participação;

  • Apresentação de tema livre e poster em congresso/jornada da especialidade: 2 pontos por tema livre e/ou poster apresentado como autor ou co-autor, limitados a 5 trabalhos por evento (total de 10 pontos).
     

Membro de banca examinadora em título de especialista, mestrado, doutorado, livre docência, professor universitário e concurso público na especialidade

 


Títulos acadêmicos na especialidade (a serem computados no ano de sua obtenção)

  • Mestrado reconhecido pela Capes: 15 pontos;

  • Doutorado reconhecido pela Capes: 20 pontos

  • Livre docência: 20 pontos.

  •  

Coordenadores e preceptores oficiais de Programa de Residência Médica

  • Por ano completado do programa: 5 pontos.