Prêmio Latino Americano de Excelência e Inovação na Higienização das Mãos 2014
Prêmio Latino Americano de Excelência e Inovação na Higienização das Mãos 2014

Mensagem do Presidente da Iniciativa

O Primeiro Desafio Global na área da Segurança do Paciente da OMS "Clean Care is Safer Care" (Cuidados limpos são cuidados seguros), foi iniciado em outubro de 2005 com o objetivo de promover a sensibilização para a necessidade de combate às infecções associadas aos cuidados de saúde, visando a redução do sofrimento dos pacientes e aumento da sua segurança. Sete anos mais tarde, 129 países de todo o mundo comprometeram-se a prestar apoio e mais de 40 países e regiões iniciaram campanhas de higienização das mãos.

A campanha global anual SAVE LIVES: Clean Your Hands (SALVE VIDAS: lave as suas mãos), foi iniciada em 2009 e é uma extensão natural da iniciativa "Clean Care is Safer Care". Todo dia 5 de maio de cada ano, a campanha visa mobilizar os países para se concentrarem nos aspectos da promoção da higiene das mãos. O objetivo da campanha para 5 de maio de 2012 era "criar o plano de ação com base nos resultados da instituição utilizando a Hand Hygiene Self-Assessment Framework" da OMS.

Mais de 15.000 instituições de saúde de 160 países responderam a este apelo, representando mais de 13 milhões de profissionais de saúde e quase 4 milhões de leitos. A nossa intenção agora é conseguir a participação de pelo menos 30.000 instituições até 2015.

Para concretizar estes objetivos, o Centro de Colaboração da OMS sobre Segurança do Paciente dos Hospitais Universitários de Genebra em conjunto com a European Infection Control Societies e Aesculap Academia gostariam de convidá-lo a participar do Prêmio Latino Americano de Excelência na Higienização das Mãos. O Prêmio é concebido como uma plataforma de reconhecimento, distinção e celebração dos hospitais e dos grupos de profissionais de cuidados de saúde que fizeram uso do seu entusiasmo e conhecimento para melhorar a segurança dos pacientes através da implementação bem sucedida da estratégia multimodal da OMS, na respectiva instituição de saúde. O Prêmio Latino Americano de Inovação na Higienização das Mãos, uma outra distinção nesta área, foi agora criado para estimular a criatividade e as novas soluções para promover a melhoria da conformidade e sustentabilidade nas práticas de higiene das mãos, nas melhores Instituições de saúde.

Professor Didier Pittet

Diretor do Programa de Controle de Infecções e do Centro de Colaboração da OMS sobre Segurança do Paciente.

Hospitais Universitários de Genebra

Genebra, Suíça

 

Painel de Especialistas da Avaliação

Professor Didier Pittet (Presidente)

Diretor do Programa de Controle de Infecções e do Centro de Colaboração da OMS sobre Segurança do Paciente, Hospitais Universitários de Genebra, Suíça. Líder externo do Primeiro Desafio Global de Segurança do Paciente "Clean Care is Safer Care" e "SAVE LIVES: Clean Your Hands". Consultor Externo, Parcerias Africanas para a Segurança do Paciente.

Dra. Benedetta Allegranzi

Responsável Técnica pelo Primeiro Desafio Global da Segurança do Paciente, "Clean Care is Safer Care", Programa de Segurança do Paciente da OMS, Genebra, Suíça.

Ms. Claire Kilpatrick

Especialista internacional na Prevenção e Controle de Infecções; Consultora da OMS; e membro do conselho da Sociedade de Prevenção de Infecções, anterior Gestora do Programa "Clean Care is Safer Care", Programa de Segurança do Paciente da OMS, Genebra, Suíça.

Prof. Pola Brenner

Coordenadora do Programa de Magister em Controle de Infecção e Epidemiología Hospitalar e Cursos de Pós Graduação em Controle de Infecção.

Universidade de Valparaiso, Chile.

Consultora em Controle de Infecção e Segurança do Paciente.

Marcela Hernandez-de Mezerville

Diretora

Unidade de Epidemiologia e Prevenção de Controle de Infecções.

Hospital Nacional Infantil ?Dr. Carlos Sáenz Herrera? San José, Costa Rica.

Local piloto para o primeiro Desafio Global de Segurança do Paciente "Uma Assistência Limpa é Uma Assistência Mais Segura".

Lic Carolina Giuffré

Diretora Campanha Nacional para a melhoria da Higienização das Mãos na Argentina. ADECI (Associação Argentina de Enfermeiros de Controle de Infecção).

Enfermeira de Controle de Infecção do Hospital Britânico de Buenos Aires.

Dra. Luci Correa

Coordenadora do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar, Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, Brasil; médica infectologista da Divisão de Infectologia, Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina, São Paulo, Brasil.

Dr. Samuel Ponce de León

Expert em Controle de Infecções. Assessor de Controle de Infecções da OPS / OMS. Ex Vocal de Controle de Infecções no ISID. Ex Coordenador de Controle de Infecções nos Institutos Nacionais de Saúde (México) e Diretor do Programa de Controle de Infecções no Instituto Nacional de Ciências Médicas e Nutrição do México.

Julie Storr

Especialista internacional sobre prevenção e controle de infecção; consultor da OMS (Parcerias Africanas para a Segurança do Paciente), Presidente da Sociedade Prevenção de Infecções do Reino Unido e Irlanda. Ex-Gerente de Projetos "Uma Assistência Limpa é Uma Assistência Mais Segura? e líder para o teste piloto das Diretrizes da OMS na América Latina. Diretor da Agencia Nacional Inglesa para a Segurança do Paciente e da campanha cleanyourhands.

 

Acerca do Prêmio

 

Objetivos

O Prêmio foi desenvolvido para identificar e reconhecer hospitais que demonstram excelência na qualidade dos cuidados de saúde de acordo com os seguintes critérios:

1. Adoção dos 5 componentes da Estratégia Multimodal da OMS para a Melhoria da Higiene das Mãos:

- Mudança no sistema

- Formação e educação

- Avaliação e "feedback"

- Chamadas de atenção no local de trabalho

- Cultura de segurança na instituição

2. Ampla utilização das ferramentas do Guia para a Implementação da Estratégia Multimodal da OMS para a Higiene das Mãos.

3. Sucesso das iniciativas de implementação através de avaliação objetiva face aos indicadores de desempenho, conforme descrito nas diretrizes da OMS sobre higiene das mãos nos cuidados de saúde.

4. Criatividade e inovação na implementação local da estratégia multimodal.

5. Adoção de um papel de liderança no auxílio e apoio prestado a outras instituições na respectiva implementação de campanhas de higiene das mãos.

6. Utilização da "WHO Hand Hygiene Self-Assessment Framework" (disponível em www.who.int/gpsc/country_work/hhsa_framework_October_2010.pdf) para monitorizar o progresso e sustentabilidade da promoção da higiene das mãos na instituição.

 

Os Prêmios

Serão atribuídas duas categorias de Prêmios com base nos seguintes critérios de avaliação:

1. Prêmio Latino Americano de Excelência na Higienização das Mãos. O hospital que melhor se qualificar nos 5 componentes da estratégia multimodal e que demonstre melhorias sustentadas durante mais de 2 anos.

2. Prêmio Latino Americano de Inovação na Higienização das Mãos. O hospital que demonstre maior criatividade e inovação na implementação de qualquer dos 5 componentes da estratégia multimodal, ou seja, educação, chamadas de atenção, etc.

Dois representantes dos hospitais vencedores serão distinguidos durante o Congresso Panamericano de Controle de Infecção em Guayaqil, Equador, entre 31 de julho a dia 2 de agosto de 2014. Receberão uma passagem aérea na classe econômica de ida e volta, hospedagem de hotel para 3 noites e registro gratuito na conferência.

Melhoria da Higiene das Mãos, com o objetivo de aumentar a sensibilização nestas instituições para a higiene das mãos. Os hospitais devem candidatar-se no site: www.who.int/gpsc/5may/register/en/index.html

2. Como se candidatar? Registre-se em: www.handhygieneexcellenceaward.com

3. Após a aceitação do registro, serão fornecidas instruções sobre como entrar na competição.

Será solicitado aos hospitais que preencham um formulário de autoavaliação e enviem todos os documentos complementares que corroborem os critérios supramencionados.

4. Data final para o envio referente a:

2014 - 5 de maio

5. Após a data final, o Painel de Especialistas analisará todas as candidaturas e selecionará os finalistas. Posteriormente, dois especialistas do painel farão uma auditoria a todos os finalistas nos meses de maio e junho. Durante a visita, a delegação de especialistas estará ao dispor dos finalistas para debater e fornecer orientações relacionadas com os esforços continuados, sustentabilidade e controle dos resultados. Os participantes serão selecionados após a conclusão da avaliação da auditoria.

 

Mais informações

Hospitais Universitários de Genebra

Os Hospitais Universitários de Genebra (HUG, Hôpitaux Universitaires de Genève), constituem um dos principais complexos hospitalares da Suíça. Sendo uma instituição médica pública, os HUG têm uma missão tripartida: a prestação de cuidados de saúde, o ensino e a investigação. Confiando na qualidade e segurança dos seus cuidados de saúde, os HUG conseguem aumentar o seu desempenho clínico graças a instalações técnicas de ponta (IRM, PET-CT, ciclotrão, cirurgia robótica, imagiologia digital cardíaca, etc.).

Para aumentar a sua influência em nível nacional e internacional, desenvolvem parcerias com outros hospitais universitários, faculdades e politécnicos em nível mundial.

Promovem igualmente uma estreita colaboração com a OMS (Organização Mundial da Saúde), desenvolvendo programas nos seguintes campos:

- Educação em doenças crônicas

- Saúde e o processo de envelhecimento

- Imunização e vacinação

- Ações humanitárias

- Investigação e formação na saúde mental

- Amamentação

Em 2005, os HUG foram nomeados pela OMS como um centro de referência para a prevenção de infecções associadas aos cuidados de saúde (infecções nosocomiais). Este reconhecimento recompensa a estratégia de prevenção da instituição e 10 anos de esforços. Esta estratégia tem sido desenvolvida nos HUG desde 1995, onde se reduziu a taxa de infecções nosocomiais em 50 %, revelando de forma clara a ligação entre a promoção da higiene das mãos e a redução das infecções associadas aos cuidados de saúde. A OMS confiou especificamente a gestão do seu programa de segurança do paciente: o Primeiro Desafio Global na área da Segurança do Paciente, ao Professor Didier Pittet, diretor do programa de prevenção e controle de infecções dos HUG.

Os HUG foram nomeados Centros de Colaboração da OMS sobre Segurança do Paciente (Práticas de controle de infecções e Melhoria), em 2008.